JL Campanholo

Horário de atendimento: 8h às 12h e das 14h às 18h

MENOR CUSTO DAS LAJES PLANA PROTENDIDA COM CORDOALHAS ENGRAXADA ENTRE AS SOLUÇÕES EM CONCRETO ARMADO.

 

Engenharia de Valor é um processo sistemático de análise do projeto, centrado no objetivo de perseguir alternativas que cumpram as mesmas funções, mas com custos inferiores tanto a nível do investimento quanto operacional. O grande objetivo da Engenharia de Valor é o aumento da relação entre o desempenho, qualidade e funcionalidade do projeto, e os respectivos custos de implementação, operação e manutenção. Para a JL CAMPANHOLO, Engenharia de Valor, é mais do que a redução de custo de um empreendimento, é uma análise sistêmica e integrada do projeto, dos envolvidos e suas funcionalidades.

Gostaria de compartilhar com vocês minha experiência no emprego da solução estrutural em concreto armado com LAJE PLANA PROTENDIDA COM CORDOALHAS ENGRAXADA.

 

Meu primeiro contado com a execução desta solução estrutural ocorreu no início dos anos 2000. Naquele momento só possuíamos a produção nacional das cordoalhas, o restante dos acessórios como placas de ancoragem e equipamentos eram importados. Da mesma forma que não tínhamos norma brasileira específica sendo os projetos desenvolvidos pelas normas americanas.

 

O sistema estrutural começou a ser utilizado no Brasil em 3 regiões: Curitiba; Vitória e Fortaleza. Isto em virtude de que projetistas estruturais dessas localidades, confiantes na solução e buscando inovação foram aos Estados Unidos, que é o precursor da solução desde a década de 1950, para intercâmbio e joint ventures com empresas especializadas, trazendo a solução para o Brasil. Da mesma forma que a Belgo Mineira à época  – Arcelormittal atualmente –  buscava explorar o mercado produzindo as cordoalhas.

 

Executei desde aquela época inúmeras obras residenciais, comerciais, hospitalares e hoteleiras. E desde 2013 quando fundei a empresa de consultoria JLCAMPANHOLO tenho tido a oportunidade de analisar criticamente inúmeros projetos que permite afirmar que a solução em laje plana protendida com cordoalhas engraxas tem custos de 10 a 28% menor que as soluções previstas em concreto armado.

 

Procurando exemplificar com casos reais, registro os números obtidos em 4 estudos realizados:

  1. Hospital com área de 25.140,43 m2 – solução prevista em laje nervurada com cabaças plásticas e faixas protendidas;
  2. Edifício comercial com área de 13.170,05 m2 – solução prevista em laje com vigotas treliçadas com enchimento em blocos de EPS;
  3. Hospital com área de 15.176,42m2- solução prevista em laje maciça com faixas protendidas em cordoalhas engraxadas;
  4. Edifício residencial com área de 1.189,79 m2 – solução prevista em laje maciça e laje mista com blocos em EPS:

 

A tabela a seguir apresenta os quantitativos das composições de concreto, aço ativo, aço passivo e forma dos casos mencionados.

 

Observações:

  1. Os quantitativos dos projetos previstos foram obtidos com levantamento das informações constantes nas pranchas dos projetos estruturais concluídos.
  2. Os quantitativos propostos foram obtidos por estudo feito por empresa especializada em cálculo estrutural protendido em cordoalhas engraxadas com critérios e aprendizagem feita nos Estados Unidos.
  3. Deve-se considerar que no estudo 1 temos um sistema de forma em laje nervurada com cabaças plásticas o que interfere no critério de cálculo de área de formas.
  4. No estudo 2 devemos considerar que o uso das vigotas treliçadas e blocos em EPS, interferem sobre o volume de concreto e aço passivo.
  5. No estudo 3 temos a solução comparativa ideal pois os sistemas se equivalem em todas as composições.
  6. No estudo 4 devemos considerar a existência de blocos de EPS como enchimento da laje interfere no volume de concreto.

Algumas conclusões iniciais:

  • O volume de concreto entre as soluções previstas e proposta são semelhantes;
  • O volume de aço utilizado é normalmente menor na nova solução proposta;
  • Mesmo sendo o aço ativo 35% mais caro em virtude do serviço de protensão o custo final do aço na solução proposta e normalmente menor.
  • Tem-se grande ganho de produtividade no sistema de formas

 

Importante esclarecer que o ganho de produtividade das formas somente é obtido se observarmos os seguintes pontos:

  • No ganho sobre a mão de obra – considero nos orçamentos da composição das formas a mão de obra por índices homem/hora do sistema de escoramento e execução. Alerto que em caso de empresas que terceirizam mão de obra, é necessário negociar com seus empreiteiros o ganho de produtividade, e não calcular o preço por m2 de forma ou até por m3 de concreto lançado, independente do sistema de formas e escoramento oferecido.
  • Velocidade de execução da estrutura – se o cronograma de desembolso do empreendimento não permitir a agilização da execução por questões de fluxo de caixa, os

 

A tabela abaixo compara os orçamentos das estruturas dos estudos mencionados em que foi utilizado as composições SINAPI. As composições SINAPI foram das regiões de Curitiba, Blumenau e Belém, conforme a localização de cada projeto.  Esta tabela apresenta o percentual de redução do custo orçado com o sistema de LAJE PLANA PROTENDIDA COM CORDOALHAS ENGRAXADA em relação do sistema previsto inicialmente

Esses dados ratificam o que a JL CAMPANHOLO tem encontrado nos demais projetos orçados, onde conseguimos um percentual de 10% a 25% de redução de custo na execução da estrutura quando utilizado a solução de LAJE PLANA PROTENDIDA COM CORDOALHAS ENGRAXADA.

Para se obter o máximo deste ganho, deve-se observar a importância das decisões de engenharia serem feitas o mais cedo possível. Como exemplo, a decisão nas especificações das vedações internas entre alvenaria em blocos cerâmicos e paredes em gesso acartonado, pode resultar em redução de custos aproximados de 3% do custo final da estrutura, em função do menor peso próprio do gesso acartonado, além de 5% na armadura dos blocos e na redução das fundações.

Temos ainda benefícios adicionais na solução:

  • Por ser plana com número reduzido de vigas há menor necessidade de furação de vigas, além, de melhoria considerável na compatibilização com as disciplinas de instalações.
  • Redução do pé direito se comparado com as lajes nervuradas com mesmos vãos com altura menor da espessura final da laje.
  • A viga de borda é um peso morto para laje plana protendida, podendo ser utilizada como solução arquitetônica, eliminando necessidade das vigas na fachada.

 

A solução de LAJE PLANA PROTENDIDA COM CORDOALHAS ENGRAXADA também proporcionam benefícios na redução do número de pilares e do sistema de fundação. Note nas imagens abaixo das formas do pavimento tipo do estudo 4.

Obteve-se uma redução do número de pilares de 14 para 6 – sendo que o P3 é o centro de inércia da solução. Submetemos este estudo ao fornecedor de fundações e tivemos com resultado a redução em 12,33% nos custos da fundação pela centralização da carga.

 

Os resultados que obtivemos é corroborado pelo trabalho publicado pelo Prof. Manfred Theodor Schmid, disponível gratuitamente no site: http://www.rudloff.com.br/concreto-protendido/  com o título LAJES PLANAS PROTENDIDAS. Este trabalho pela qualidade da informação e didática apresentada é uma leitura obrigatória para aqueles que querem se aprofundar no tema.

 

Ao final deste trabalho o Prof. Manfred exibe algumas tabelas resumo com comparativo de custo de cada uma das soluções estudas que apresento abaixo:

A conclusão do Prof. Manfred é que a solução em LAJE PLANA PROTENDIDA COM CORDOALHAS ENGRAXADA tem uma redução de custos de 10% a 20% dependendo da solução inicialmente proposta, o que está totalmente alinhada com os resultados da JLCAMPANHOLO apresentados acima.

 

 

Para finalizar, não poderia deixar de abordar o ponto negativo normalmente citado pelos críticos do sistema, além das barreiras puramente culturais, é a preocupação com a furação das lajes na fase de projeto e eventualmente na necessidade de uma alteração pós entrega.

 

Gostaria inicialmente de informar que a solução em laje plana protendida teve nos Estados Unidos na crise de 2008, que abalou o mercado imobiliário local, um uso intensivo justamente nas obras de retrofit por sua versatilidade.

As LAJE PLANA PROTENDIDA COM CORDOALHAS ENGRAXADA proporcionam nas fases de projeto que qualquer furação seja possível, temos evidentemente pontos mais críticos junto aos pilares, nem tanto pela concentração dos cabos, mas também, pela armadura passiva de cisalhamento.

No caso de pós obra apresento um caso abaixo, vide imagens, da abertura de uma escada rolante em shopping. Neste caso a esbeltes da laje e o menor volume de concreto a ser demolido e retirado, associado a possibilidade de troca de cabos e inclusão de elementos metálicos, favoreceu a maior rapidez da execução do serviço.

Esta é apenas um dos tópicos que abordamos na Engenharia de Valor da  JLCAMPANHOLO. Temos aplicado o conceito em todas as disciplinas e oportunamente estaremos neste canal apresentado outros casos reais.

 

Gostaria muito dos questionamentos, críticas e sugestões. O compartilhamento do conhecimento é fundamental para o desenvolvimento e multiplicação do conceito de Engenharia de Valor. Fiquem a vontade, segue nosso site http://www.jlcampanholo.com.br/  ou pelo WhatsApp (41) 99218-3696.