JL Campanholo

Horário de atendimento: 8h às 12h e das 14h às 18h

“Concentre-se naquilo em que você é bom. Delegue todo o resto”

Steve Jobs

Entrevista com o engenheiro José Luiz Campanholo, diretor da JL Campanholo Consultoria, mostra a importância da construção da engenharia de valor.

Fale um pouco a respeito do que o motivou a abrir a sua própria empresa de consultoria, durante a fase mais importante de sua carreira, quando era diretor de uma grande empresa de construção.
A maior parte dos mais de 35 anos de minha carreira como engenheiro civil formado foram ligados à execução de obras. Sempre fui uma pessoa proativa e a cada problema encontrado em obra, quer por falta de informações ou de qualidade de projeto, procurava alternativas de me antecipar aos problemas. Detestava os retrabalhos e transformava estes problemas em lições apreendidas.
Da mesma forma, me defrontava com a falta de engenharia de valor na tomada de decisão de emprego de materiais e processos construtivos. Nos últimos anos como diretor à frente de uma construtora, quando cheguei a administrar até 200 projetos de residências personalizadas ao mesmo tempo, me desloquei para área de projetos e personalização. Acreditava que nesta posição iria resolver os problemas da obra, pois aí era o nascedouro de todas as decisões. Foi neste momento que me defrontei com as dificuldades de compatibilização de projetos em 2D, assim como de coordenar todas as informações advindas. Basicamente, a coordenação se detinha em tentar e cobrar prazos e elaborar atas de reunião. Encontrei novo alento no conceito BIM. Para elaborar um projeto “full BIM” há a necessidade de antecipar todas as informações da execução da obra: memorial descritivo, memorial de encargos de serviços, fases executivas e cronograma da obra.

Em sua opinião, quais as principais deficiências das construtoras brasileiras?
Não há coordenação de projeto voltada para Engenharia de Valor, que é o que a nossa consultoria está pregando hoje tanto para fornecedores, como para construtoras, incorporadores, arquitetos e engenheiros. Na cultura atual não se valoriza a fase de projeto. Busca-se contratar o projeto pelo menor preço possível, não observando que se está dando um tiro no próprio pé. A fase mais importante de uma obra como um todo, na minha opinião, está na CONCEPÇÃO DE PROJETO E NÃO NA EXECUÇÃO DA OBRA. A qualidade da execução da obra está diretamente ligada à qualidade da concepção do projeto. Não adota-se uma gestão de custos dinâmica que se inicia no estudo de viabilidade, passa pela fase de projeto e culmina com a execução da obra. Há uma enorme ausência de planejamento em todas as fases.

E para o fornecedor da área de construção, onde é a falha?
A falha aqui é consequência da ausência de projetos detalhados e bem concebidos, já numa outra cultura, que é a que pregamos, que deveria ser a de planejamento. O fornecedor atua sempre já considerando a enorme possibilidade de retrabalhos. Na prática, tem que embutir no preço as possibilidades de atraso e conflito de informações, assim como as mudanças frequentes quando a obra orçada está em curso. O fornecedor falha também por não existir um cronograma real e fiel de execução. No momento que
dota-se o fornecedor das informações adequadas e planejamento das atividades, o preço da mão de obra cai assustadoramente.

O que é engenharia de valor para a JL Campanholo Consultoria e Gerenciamento?
Engenharia de valor significa colocar todas as tomadas de decisão de um empreendimento, desde o estudo de massa da viabilidade até a execução da obra, à luz e frieza dos números: o custo das tomadas de decisão. A tomada de decisão de escolha de materiais e processos construtivos deve ser feita o mais cedo possível com sugestões e análise crítica profunda das alternativas. É isto o que oferecemos. É um olhar especializado que só quem está de fora da estrutura da empresa e tem grande experiência pode oferecer. Como diz Steve Jobs: “Concentre-se naquilo em que você é bom. Delegue todo o resto.” Ao delegar para a JL Campanholo o empresário terá mais assertividade, organização, lucro e certamente conseguirá assim mudar procedimentos e atingir a qualidade total. Isto é o que propomos.

Onde a atuação da JL Campanholo tem sido mais eficiente ou aplicada?
Atendemos vários clientes. Em linhas gerais são essas as nossas principais ações nas empresas: coordenação de projeto voltada à engenharia de valor; análise crítica e estudos de alternativas de subsistemas; gestão de custo dinâmica e orçamento executivo; elaboração de planejamento e cronograma físico-financeiro.

Quais os formatos em que sua assessoria é contratada: por obra, por orçamento, por período?
Somos contratados principalmente por obra e também por projeto, independente em que ponto ela está: se em fase de criação/aprovação do projeto ou já durante a construção. O que fazemos inclui: planejamento e levantamento de dados; análise crítica da solução e memoriais descritivos; sistema de orçamento e o planejamento da execução. É desafiador, mas todos os resultados compensam, porque nossa atuação age diretamente na mudança da forma de planejar e construir, trazendo resultados positivos para todos.

José Luiz Campanholo, diretor da JL Campanholo Consultoria e Gerenciamento